Novembro Azul - Exames de próstata

01 de Novembro de 2018

Hoje vamos falar os exames mais conhecidos para a próstata.

 

PSA - Exame de sangue para avaliar a próstata.

 

O PSA é uma proteína encontrada naturalmente no sangue, no esperma e nas células da próstata e que tem a função de tornar o esperma líquido. Os valores desta proteína que estão presentes na sorologia do homem podem ser medidos por meio de amostras de sangue.

 

Toque retal - Palpação da próstata.

 

O toque retal é o exame feito através da introdução do dedo indicador do médico, revestido de luva esterilizada, no ânus do paciente, o que permite palpar a porção mais distal do reto (porção final do intestino grosso), bem como a próstata, e analisar possíveis anormalidades existentes nesses órgãos.

 

Ultrassonografia para próstata.

 

A ultrassonografia é uma técnica utilizada para reproduzir imagens dinâmicas em tempo real dos órgãos internos, tecidos, rede vascular e fluxo sanguíneo, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não apresenta efeitos colaterais. Consiste na colocação de um “gel” e o deslizamento de um transdutor na pele para a coleta das imagens. O “gel” utilizado é uma substância inodora, incolor, não irritante, não alérgica, lavável e que não mancha a roupa.
 
Medição do jato de urina (fluxometria)
 

A fluxometria é um exame feito pelo médico para avaliar o jato de urina quando se está urinando e medir a quantidade de urina em cada micção, pois quando ocorrem alterações na próstata o jato fica mais lento e fraco. Neste exame é necessário estar com a bexiga cheia e com vontade de urinar, sendo importante beber pelo menos 1 L de água antes do exame e, o individuo deve urinar para um aparelho para fazer o registro.

 

Exame de urina de laboratório

 

O urologista pode indicar um exame de urina, sendo necessário coletar uma pequena quantidade de urina para avaliar a presença de micro-organismo que podem estar presentes em casos como infecção urinária ou outras alterações como presença de sangue na urina.

 

Biópsia da próstata

 

Para confirmar o diagnóstico, o urologista poderá solicitar exames complementares, como biópsia da próstata,sendo necessário retira um pedacinho deste órgão e enviar para análise no laboratório, que no caso de câncer apresenta células malignas.

 

O que pode ser indicado em todos os exames:

 

  • Inflamação da próstata, conhecida por tumor benigno da próstata;
  • Presença de bactérias na próstata, também conhecida por prostatite;
  • Toma de medicamentos, como diuréticos, esteroides ou aspirina;
  • Realização de procedimentos médicos à bexiga, como biópsia ou cistoscopia, podem elevar ligeiramente os níveis de PSA.

Além disso, com o envelhecimento, os níveis do exame de sangue de PSA pode aumentar e não significar doença. Frisamos a importância de visitar regularmente um médico.

 

Homem que se cuida, não perde o melhor da vida.